2005/05/03

Casa na Duna - Dia de Sol


Hoje sentei-me sobre a duna
Olhei o brilho curvo até ao céu
Olhei embriaguei-me de olhar
O sol voltou como eu não queria
Pensei na noite negra e nas estrelas

Não sei olhar a luz assim tão forte
Enquanto não voltares

Não quero o sol não quero a chama
Enquanto não voltares

Quero as ondas do mar só nos meus olhos

Depois? Voltar a casa
Talvez voltar…

(Poesia de Monalisa, no Sítio da Saudade e fotografia de João Coutinho)

2 comentários:

Micas disse...

Que bom é encontrar aqui a minha amiga. Beijinho aos dois

MONALISA disse...

Caro Raimundo Narciso, Venho cá fazer o mea culpa:sou mesmo um caos de distracção! Acredita que só agora vi este post? Pois foi...mas tenho uma boa desculpa, nesta altura andava longe das lides da net. Agradeço agora, com todo o orgulho e vaidade por o ter feito. Obrigada.